Skip to content

Pra ela.

maio 28, 2015

Ela chegou, sem falar, me calou de amor

Sobre o dia e a noite, tanto faz se ela me sorri

e aqueles olhinhos, doces, me mostravam o que é nunca mais estar só,

e ainda assim viveremos só, de amor, mesmo com medo, crescendo

é amor e mais nada, mais nada silencia nossas vidas

entre os braços, abraços, é amor.

E viveremos, juntas, seja lá o que vier e mesmo se falhar,

há outras manhãs e ainda há chuva pra lavar

estaremos nós,

e é só olhar pra trás, pra ver o quanto juntas ainda vamos somar.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: