Skip to content

Me fez ser forte e seguir.

novembro 22, 2012
tags: ,

Image

Posso me lembrar como hoje, todas às vezes que encontrei meu porto seguro sentada naquelas longas pernas, que me balançavam e faziam minhas lágrimas secar. Era um carinho singelo, seguro, eterno. Era como uma seta luminosa no escuro, tudo que eu precisava pra aprender a caminhar. Só não era anjo, porque não tinha asas, mas também não era qualquer alguém, era forte demais para um homem. Tinha a severidade de um pai e a doçura de um amigo.

Foi o homem que segurou minhas mãos e disse que nunca ia soltar, mesmo quando não estivesse mais lá. Hoje, não está. Mas ainda sim, sinto aquelas mãos que de algum modo me seguram, guiando para uma saudade incurável de todo aquele cuidado e carinho que, misturados, transformaram um sentimento em avô, e de uma passagem que não passa e nem volta, foi meu cais, meu guia, meu herói de criança. Ele acreditava, era de verdade, sem meias palavras ou até em silêncio. Me cuidou, eu cresci, e pude ver que toda estrada de flores também é alcançada pelo frio do inverno. Ele se foi, mas me deixou a herança de acreditar, que se ele acreditava, eu vou alcançar.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: